Eufrasio Capacidade Poeta e Pensador

 

O sorriso é terapia da alma



Meu Diário
24/09/2018 13h33
HOMENAGEM AO CORDEL

Homenagem ao cordel


Cordel é arte popular
Vou tentar homenagiar
Não domino arte de rimar
Porem vol tentar falar
Dessa arte milenar.

Patrimônio cultural
Não é carnaval
Agora o cordel foi reconhecido 
Como arte no Brasil
Foi reconhecido seu valor
Dando créditos aos poetas rimador.

Cordel é festival de poesia
Onde a leitura só traze alegria
Não interessa o tema abordado
Os cordelista são todos desenrolado
To tentando fazer minha homenagem
Desculpas se minha rima esta reonlada

Eu admiro a arte de rimar
Estou tentando emprovisar
Devemos nos orgulhar
O cordel é patrimônio do brasil
Vamos comemorar esse dia

Dezenove de setembro
vai ficar na história
Vamos celebrar e cantar
A arte de rimar
Vamos homenagear essa
Cultura popular.

Atenção cordelista do Brasil
Não deixe esse tema passar
Chegou a hora de comemorar
Sei que vocês dominam a arte de rimar
Eu sou  só um poeta tentando homenagiar essa linda cultura popular.

Vou terminar essa homenagem
Com alegria no coração
Sei quanto é difícil a arte do cordão
Todos os cordelistas tem minha admiração.

Poeta: Eufrasio capacidade






 


Publicado por Eufrasiocapacidade em 24/09/2018 às 13h33
 
23/09/2018 23h22
FOI CUPA DO DESTINO

Poeta Eufrasio capacidada
23/09/2018
Soneto 

Foi cupa do destino 

Ela despertar em mim  o prazer de viver e eu fico amecer dos sentimentos que carrego em meu coração. Vivo essa eterna paixão sem temou neum.

Somos cumprisse um do outro, vivemos numa fantasia amorosa onde eu e ela somos dois fantoches  na mão do destino que nos uniu.

Ah destino loucou me permitiu que eu beijasse na sua boca para saborear o mel que brota do teu sorriso.

Ah destino amigo, me deu de presente o meu amor. Agora aqui estou feliz e apaixonado pela minha piveta linda.

Imagem do Google


Publicado por Eufrasiocapacidade em 23/09/2018 às 23h22
 
18/09/2018 23h59
EU AMO MEU JARDIM

EU AMO MEU JARDIM

Hoje eu acordei olhei para meu jardim florido  senti o perfume das flores me abraçando e beijando como se eu fosse o sol que lhe deur a luz para viver.

Fechei os meus olhos me consertrei no aroma da essência do perfume das minhas flores deixei que as minhas narina sugar aquele oxigênio aromatizado com perfume das minhas flores.

Elas aproveitam áurea expelida  pela estação primavera para me cortejar com suas pétalas  leve e flutuante, dançam para mim como se fosse uma dançarina  da dança do ventre.

Dos meus olhos caiem lagrimas de felicidade fico feito um bobo, contemplando as minhas flores e agradecendo a estação mais amada das estações.

A primavera faz florir o meu jardim
Estação das cores e dos amores me da inspiração para escrever poesia me tira da agonia do cotidiano. Eu e meu jardim vamos continuar nos amando.

Poeta : Eufrasio capacidade


Publicado por Eufrasiocapacidade em 18/09/2018 às 23h59
 
26/08/2018 15h39
NOSSOS SENTIMENTOS ESTÃO NAMORANDO

Nossos sentimentos estão namorando.

Na serenidade do teu sorriso eu vejo brotar nultiplos sentimento que vem em minha direção feito um vucão em erupção. Se juntam com os meus sentimentos  e os dois comesam a se acasalar.

Ambos dançam agarrados e grudados feito papel em cola.
Eles se beijam e se acarenciam numa frenética alucinação. Enchendo os nossos corações de emoção.

Nós ficamos ameser dos nossos sentimentos. Não temos mais o controle das nossas ações. Uma tiussuname de sensações toma conta de nós, nos deixando importantes.

Não interferimos deixamos eles a vontade, pois sabemos que os nossos sentimentos e quem nos conduzi para felicidade momentânea.
Sabemos que a felicidade e o amor necessita desses pequenos momentos
de sentimentos  para se alimentar e nos transformar em seres felizes.


Poeta: Eufrasio capacidade
 


Publicado por Eufrasiocapacidade em 26/08/2018 às 15h39
 
22/08/2018 00h36
VOCÊ É MINHA RAINHA

SONETO

VOCÊ  É MINHA  RAINHA

To com Saudades da minha piveta.
To com saudades  do beijo gostoso.
Do xero xeroso, do Abraço carinhoso.
To com saudade do sorriso alegre.

To com saudades de você minha flor.
Você é minha rainha e eu sou seu rei.
Serás cortejada como uma rainha carente de atenção, afeto e carinho.

Buscarei um estreja para te presentear.
Pedirei ao vento que sopre em seus ouvidos a brisa da madrugada.

Abracarei teu corpo para  você sentir o calor do meu corpo e juntos pediremos ao vento para não sopra a brisa fria.

Poeta: Eufrasio capacidade


Publicado por Eufrasiocapacidade em 22/08/2018 às 00h36



Página 1 de 18 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 » [próxima»]


 
Site do Escritor criado por Recanto das Letras